23 de mar de 2017

DIA DO CIRCO - POESIA

ISSO SIM QUE É VIDA BOA...

EU  QUERIA  SER  DE  CIRCO.
AI, QUE  VIDA  ORIGINAL !
TRABALHAR  TODAS  AS  NOITES,
DIVERTINDO  O  PESSOAL.
OS  APLAUSOS  DA  PLATÉIA,
TODA  AQUELA  VIBRAÇÃO,
SEMPRE  NOVAS  GARGALHADAS,
SEMPRE  MAIS  ANIMAÇÃO!

EU  QUERIA  SER  DE  CIRCO,
CONHECER  OS  BASTIDORES,
QUE  A  PLATÉIA  NUNCA  VÊ,
VER  DE  PERTO  OS  DOMADORES,
DAR  COMIDA  AO  CHIMPANZÉ,
VER  A  CAMA  DO  ANÃO,
VER  AS  FOCAS  ADESTRADAS,
VER  A  JAULA  DO  LEÃO,
VER  A  CARA  DO  PALHAÇO,
SEM  PINTURA  E  FANTASIA,
E  VER  SE  A  MULHER  BARBADA
FAZ  A  BARBA  TODO  DIA.

LÁ  NO  CIRCO, EU  IMAGINO,
MAL  TERMINA  A  FUNÇÃO,
OS  ARTISTAS  VÃO  COMER,
SEM  PAGAR  NENHUM  TOSTÃO,
A  PIPOCA  QUE  QUISEREM,
QUANTO  FOR  QUE  OS  CONTENTE,
UM  MONTÃO  DE  ALGODÃO-DOCE,
GUARANÁ  E  CACHORRO-QUENTE.

                                                              PEDRO BANDEIRA